Topo
GovTech

GovTech

Campus Party: um laboratório para 57% dos jovens empreendedores brasileiros

Letícia Piccolotto

08/02/2019 04h00

Terminar a faculdade não significa mais, necessariamente, passar a procurar emprego dentro de companhias privadas: os jovens querem empreender – e o GovTech é um ótimo caminho

Já faz uma década que este evento tem como missão trazer a tecnologia para perto de um público variado, sim, mas muito centrado nos jovens. Em seus 12 anos de história, talvez esse seja mesmo um dos maiores ativos criados pela Campus Party: despertar nos fiéis "campuseiros" aquele desejo por abraçar o setor tech e, a partir dele, repensar os negócios, a sociedade.

A Campus Party é, atualmente, um dos maiores eventos de tecnologia do planeta. No Brasil, o evento reúne anualmente cerca de 100 mil pessoas – mas ela não fica apenas em terras brasileiras. Países como Espanha, Holanda, México, Alemanha, Reino Unido, Argentina, Colômbia, Itália e Cingapura possuem suas edições dessa festa onde se encontram grandes amantes do tema (e são cerca de 550 mil deles cadastrados na CP mundo afora).

O que também fica claro quando chega a época do evento é que os jovens de hoje estão determinados a transformar o mercado profissional como um todo – e empreender nunca foi um desejo tão em alta.

Terminar a faculdade não significa mais, necessariamente, passar a procurar emprego dentro de companhias privadas para essa moçada. Ou, pelo menos, não é mais o objetivo predominante. Uma pesquisa realizada há um ano pelo Sebrae/IBQP mostrou crescimento do empreendedorismo entre os mais jovens. Cerca de 57% das pessoas entre 18 e 34 anos já buscam ser donos do seu próprio negócio.

A tecnologia, nesse caso, é um caminho e tanto: o dinamismo oferecido pelo setor é um encantador de mentes iniciantes – e daí tantas startups serem lideradas, hoje, pelos chamados millenials ou membros da geração z (pessoas nascidas entre os anos 1990 e 2001). Temos um exemplo claro na turma de 2019 das empresas aceleradas pelo hub BrazilLAB: Daniel Andrade é o líder da Avicena, uma startup voltada à governança inteligente aplicada à saúde.

Formado em engenharia elétrica, Daniel, 23 anos, é CEO dessa empresa que foca no eHealth e no GovTech para disponibilizar soluções aos usuários dos sistemas de saúde – como a GISSA, uma plataforma que coleta e analisa dados úteis para os tomadores de decisão do setor, interagindo com servidores públicos, gestores de hospitais, pacientes, cuidadores.

"Eu sinto que a minha geração não quer apenas um emprego", diz. "Tive a oportunidade de estagiar em uma grande empresa e percebi que, ali, eu teria que me adaptar ao ambiente. Mas o que eu quero é identificar desafios e encontrar produtos que os resolvam, que gerem impacto para a população. À minha maneira", ele explica.

Mais GovTech, galera

Durante a Campus Party 2019, que acontece entre 12 e 17 de fevereiro na Expo Center Norte em São Paulo, esses jovens terão a oportunidade de voltar sua atenção para o setor de startups e para o GovTech – um apoio e tanto para a transformação digital da qual o Brasil tanto se beneficiaria.

Pela primeira vez o evento terá um espaço especial para reunir executivos e abordar assuntos relacionados a temas como GovTech, FinTech, Women in Tech. Especialistas e startups levarão suas ideias e considerações sobre essas áreas de atuação em três eventos – um deles, a 7ª edição do Latin America Meetings & Events Conference (LAMEC).

Será uma oportunidade para avançar em assuntos como a capacitação necessária para oferecer soluções tanto para a iniciativa privada quanto a governos municipais, estaduais e federal (que é o foco do BrazilLAB como organização GovTech). E será também um campo aberto e promissor aos empreendedores – e extremamente interessante para os jovens que constroem o presente e definirão o futuro.

Sobre a autora

Letícia Piccolotto é mestre em Ciências Sociais, especialista em Gestão Pública pela Harvard Kennedy School e fundadora do BrazilLAB, a única plataforma brasileira que conecta startups e governos para estimular a inovação no setor público.

Sobre o blog

Acelerar ideias e estimular uma cultura voltada para a inovação do setor público. Este é um blog para falar de empreendedores engajados em buscar soluções para os desafios mais complexos vividos pela sociedade brasileira.